Pular para o conteúdo principal
Publicado em 23, Dec 2021 por economia_obser…
Pessoa trabalhando no chão de fábrica
Publicações

Indústria de transformação de Santa Catarina tem o segundo maior saldo de empregos do país em 2021

Saldo de empregos SC

Apesar da Indústria de transformação catarinense registrar perda de 153 vagas no mês de novembro, no acumulado do ano (jan-nov) o estado registrou saldo positivo de 69.654 novas vagas. Este desempenho coloca Santa Catarina na segunda colocação no comparativo entre as unidades federativas, somente atrás de São Paulo, que registrou 135.531 novas vagas.

Ranking estados saldo de emprego

No mês de novembro, Santa Catarina segue registrando saldo positivo nas vagas formais de emprego da economia como um todo, com 17.869 novas vagas. O destaque do mês é o setor de Comércio, com abertura de 8.185 novas vagas formais, o maior saldo do ano para o setor. O resultado no período vem sendo estimulado pelas vendas e eventos de final de ano.

Já os setores de Serviços, Agropecuária e Construção registraram saldo de 9.283, 274 e 194 novas vagas formais, respectivamente. No setor de Serviços, o destaque vai para as atividades relacionadas aos Serviços de escritório e apoio administrativo e as Atividades de limpeza, impulsionados pela volta do trabalho presencial.

Saldo emprego setores SC

Na Indústria, o saldo negativo foi influenciado sobretudo pelo setor de Têxtil, Confecção, Couro e Calçados, com perda de 710 vagas formais. Os dados de emprego vêm ao encontro da queda registrada na produção industrial do setor no mês de outubro ante setembro. O nível mais elevado dos preços impacta diretamente no poder de compra da população, afetando sobretudo as vendas de bens de consumo não duráveis.

O destaque positivo na Indústria ocorreu no setor de Máquinas e equipamentos, com saldo de 374 novas vagas formais. O setor segue impulsionado pela alta demanda externa, principalmente para os Estados Unidos. Cabe ainda ressaltar o saldo positivo de 170 novas vagas criadas na Indústria Automotiva, sobretudo na Fabricação de peças e acessórios para veículos.

O cenário persistente de custos elevados e escassez de insumos industriais, atrelado a uma demanda mais restritiva, geram limitações e desafios para o crescimento econômico.

Para maiores informações acesse o boletim abaixo:

Tags Publicações