Pular para o conteúdo principal
Publicado em 28, Apr 2022 por economia_obser…
Pessoa trabalhando no chão de fábrica
Publicações

No mês de março, Santa Catarina gerou um total de 11,2 mil novos postos de trabalho formais. O maior saldo ocorreu no setor de Serviços (7.004). Na sequência, vem a Indústria total (5.392) e o Comércio (651). Já a Agropecuária registrou saldo negativo de 1,8 mil novas vagas formais, decorrente principalmente pela sazonalidade do cultivo da maçã.

Saldo empregos

No primeiro trimestre de 2022, Santa Catarina realizou abertura de mais de 64,0 mil novos postos de trabalho formal na economia. É o segundo maior saldo de empregos formais do país, atrás somente de São Paulo. Os Serviços e a Indústria vêm sendo os principais motores da economia no ano de 2022.

Emprego por estado

Mesmo sob os efeitos da variante ômicron, especialmente no mês de janeiro, a atividade econômica de Santa Catarina no primeiro trimestre se manteve aquecida, com crescimento na produção industrial à frente aos demais estados do país.

O retorno das aulas e do trabalho presencial estimularam o setor de Serviços, bem como a liberação do uso máscaras, sustentada pelo elevado nível da população vacinada.

O contexto nacional de maior fomento à cadeia de bens de capital visto em 2021 vem se mantendo no primeiro trimestre do ano, impulsionado pelos setores de Máquinas e equipamentos e Metalurgia e metalmecânica.

O setor da Construção segue contribuindo de forma positiva para o quadro de empregos no estado, com a geração de quase 10 mil novas vagas de emprego no primeiro trimestre de 2022, sobretudo na construção de edifícios. A atividade vem demandando a produção de estruturas metálicas, que é atendida pelo setor de Produtos de Metal.

Setores

Em pesquisa realizada pela CNI com o apoio do Observatório FIESC, a falta ou alto custo de matérias-primas vem sendo menos citada pelos empresários industriais do país como fatores limitantes ao crescimento. Em contrapartida, o elevado nível das taxas de juros vem sendo mais citado pelos industriais.

Após as dificuldades enfrentadas pelo setor Automotivo nos últimos dois anos, em especial pela escassez mundial de semicondutores, a cadeia produtiva global está mostrando sinais de melhora.

O setor Automotivo em Santa Catarina registrou a maior expansão na produção industrial no acumulado dos últimos 12 meses.

Confira na íntegra o boletim abaixo:

Tags Publicações