Pular para o conteúdo principal

Construção

Construção


Posição em Santa Catarina

110.988

110.988

Empregos

13,8% da indústria de SC
Fonte: RAIS (2019)

16.072

16.072

Estabelecimentos

31,6% da indústria de SC
Fonte: RAIS (2019)


Ranking no estado

1°

Estabelecimentos

3°

Empregos

Mercado de Trabalho

110.988

110.988

Empregos

13,8% da indústria de SC

16.072

16.072

Estabelecimentos

31,6% da indústria de SC

 RAIS, 2019 (Última informação disponível)



Acesse os painéis interativos com dados completos sobre empregos e empresas:

Estabelecimentos e empregos segundo o porte

 

Dos 16.072 estabelecimentos99,5% são micro ou pequenas indústrias (até 99 empregados), que juntos empregam 83,6,1% de todos os trabalhadores do setor.

Empregos

 

Estabelecimentos

>

Quanto ao perfil dos trabalhadores, destaca-se que a remuneração média do setor é de R$ 2.158, valor inferior à média da indústria (R$ 2.435). O gênero predominante é o masculino (91,0%), e 55,1% dos trabalhadores possuem escolaridade básica completa, percentual abaixo do observado para a indústria catarinense (61,4%).

91,0%

91,0%

é Masculino

Indústria de SC: 67,0%

 

9,0%

9,0%

é Feminino

Indústria de SC: 33,0%

 

R$ 2.158

R$ 2.158

de Remuneração Média

Indústria de SC: R$ 2.435

 

55,1%

55,1%

tem Escolaridade Básica Completa

Indústria de SC: 61,4%

 

44,9%

44,9%

tem Escolaridade Básica Incompleta

Indústria de SC: 38,6%

 

Fonte: RAIS, 2019

(dados atualizados conforme última divulgação oficial de orgãos do governo)

Evolução do número de estabelecimentos e empregos

O setor mostrou variação de -3,2% no número de empregos entre 2014 e 2019. Em termos de estabelecimentos, houve queda de -2,7% no mesmo período.

 

Empregos

 

Estabelecimentos


 

Composição dos empregos

Dentro do setor, a atividade de Construção de edifícios é a predominante, com 42,6% dos trabalhadores. Na sequência aparecem as atividades de Construções de rodovias, ferrovias, obras urbanas e obras de arte especiais (com 9,8%) e Incorporação de empreendimentos imobiliários (com 9,5%).

Participação dos Empregos (%)

Distribuição dos empregos por município

 

Os municípios de maior destaque no setor da Construção são Joinville (6,9%), Balneário Camboriú (6,3%) e São José (6,3%), que juntos empregam 19,5% dos trabalhadores desse setor em Santa Catarina.

 
 2° Balneário Camboriú
 7.039 (6,3%) 
 
 1° Joinville 
 7.622 (6,9%) 
 
 3° São José 
 7.007 (6,3%) 

Fonte: RAIS, 2019 (Último dado disponível)

Produção

R$ 247 bilhões

R$ 247 bilhões

em Valor Adicionado Bruto

 

Fonte: IBGE, 2018 (Último dado disponível)

Produção Industrial 

 

Valor Adicionado Bruto da Construção passou de R$ 104 bilhões em 2008 para R$ 247 bilhões em 2018.

>

Participação da Construção na Economia

 

A participação da Construção na produção total de Santa Catarina foi de 4.8 pontos em 2018, mesmo valor de 2017.

 

Índice de confiança do empresário industrial

 

confiança do empresário industrial do setor de Construção foi de 53,1 pontos em dezembro, alta de 1,6 pontos em relação a novembro. Valores acima de 50 pontos indicam expectativas mais otimistas dos empresários.

 

Saúde 

1.810

1.810

Acidentes de Trabalho

20,20 acidentes a cada 1.000 trabalhadores em 2019

11

11

Mortes

decorrentes de acidentes de trabalho em 2019

Fonte: Anuário Estatístico de Acidentes de Trabalho. AEAT, 2019. (Último dado disponível) Média de vínculos (RAIS, 2019)

Acidentes de trabalho

O setor mostrou queda na taxa de acidentes de trabalho (acidentes a cada 1.000 trabalhadores) de 9,1% entre 2018 e 2019. Em 2019, esses registros representaram 8,6% do total do estado. Os dados aqui apresentados correspondem aos acidentes de trabalho com e sem comunicação (CAT).

 

Tipos de acidentes de trabalho

 

 

Evolução e mortes decorrentes dos acidentes de trabalho

Partes do corpo mais atingidas

 
 Tronco 
11,7% 
 
 Mãos 
 26,9% 
 
 Pés 
 12,6% 

Nota: Partes do corpo mais atingidas em acidentes com Comunicação de Acidentes de Trabalho (não considerados os acidentes sem CAT).

Fonte: Comunicação de Acidentes do Trabalho do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), CATWEB, 2019.

Afastamentos do ambiente de trabalho por motivo de saúde

 

Em 2019, a maioria (94,8%) dos afastamentos por motivo de saúde do Setor decorreram de doenças não relacionadas ao trabalho. A estimativa de custo das empresas com os 15 primeiros dias de afastamento por motivos de saúde, em 2019, foi de R$ 8.213.704,60. Lembrando que neste valor não estão incluídos os encargos salariais.

Evolução dos afastamentos do ambiente de trabalho

Nota: Os dados de afastamentos do ambiente de trabalho apresentados neste documento são referentes aqueles superiores ou inferiores a 15 dias, independentemente de ter gerado benefício no INSS.

Consequências dos afastamentos

 

Custo para empresas com afastamento

 

Gastos com os primeiros 15 dias de afastamento do trabalhador por motivos de saúde (média salarial)

R$8.213.704,60

R$8.213.704,60

em Gastos totais com saúde

1,73% da massa salarial

R$ 420.317,71

R$ 420.317,71

em Gastos com afastamentos ocupacionais

0,10% da massa salarial

R$ 7.793.386,89

R$ 7.793.386,89

em Gastos com afastamento por doenças não relacionada ao trabalho

1,63% da massa salarial

Fonte: Relação Anual de Informações Sociais. RAIS, 2019. (Último dado disponível)



Acesse os painéis de Saúde através dos links:

Tendências Tecnológicas e de Mercado 

 

MATERIAIS AVANÇADOS

CONSTRUÇÕES VERDES

CONSTRUÇÕES INTELIGENTES



Acesse os painéis de Tendências Tecnológicas e de Mercado através do link:

Materiais Avançados

 

O campo interdisciplinar de materiais avançados, também denominado ciência e engenharia de materiais, é o projeto e a descoberta de novos materiais, particularmente sólidos. As origens intelectuais da ciência dos materiais provêm do Iluminismo, quando os pesquisadores começaram a usar o pensamento analítico da química, da física e da engenharia para entender observações fenomenológicas antigas na metalurgia e na mineralogia. Os materiais avançados incorporam elementos de química, física, nanotecnologia, cerâmica, metalurgia e biomateriais.

Construções Verdes

 

O projeto de construções verdes envolve encontrar o equilíbrio entre a construção de casas e o ambiente sustentável. Embora novas tecnologias estejam sendo constantemente desenvolvidas para complementar as práticas atuais de criação de estruturas mais ecológicas, o objetivo comum dos edifícios verdes é reduzir o impacto geral do ambiente construído sobre a saúde humana e o meio ambiente: usando energia, água e outros recursos de maneira eficiente; proteger a saúde dos ocupantes e melhorar a produtividade dos funcionários; redução de resíduos, poluição e degradação ambiental. Um conceito similar é a construção natural, que geralmente é em menor escala e tende a se concentrar no uso de materiais naturais disponíveis localmente

Construções Inteligentes

 

Os sistemas de automação de edifícios (BAS) mantêm o clima dentro de um intervalo especificado, fornecem luz aos quartos com base em um cronograma de ocupação, monitoram o desempenho e as falhas de dispositivos em todos os sistemas e fornecem alarmes de mau funcionamento à equipe de manutenção. A resposta da demanda de dispositivos elétricos é uma função típica de um BAS, assim como o monitoramento mais sofisticado de ventilação e umidade necessário para edifícios isolados “pequenos”. Mesmo um projeto de residência passiva destinado a consumir nenhuma energia líquida, normalmente exigirá um BAS para gerenciar a captura de calor, sombreamento e ventilação, e agendar o uso de dispositivos.

Fontes

  • Empregos e Estabelecimentos: Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).
  • Valor Bruto da Produção Industrial, Valor da Transformação Industrial e Produtividade: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
  • Exportações e Importações: Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).
  • Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
  • Pesquisa Indicadores Industriais – Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC).
  • Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).