Pular para o conteúdo principal
Publicado em 16, Jan 2021 por thais.braga
comex
Publicações

Balança Comercial Catarinense

O saldo da balança comercial de Santa Catarina, que leva em consideração a diferença entre as exportações menos as importações do estado, teve um resultado de US$ -1,2 bilhão no mês de dezembro. Para o Brasil, o saldo do mês também apresentou um déficit, com US$ -41,6 milhões. No consolidado do ano de 2020, Santa Catarina teve um déficit de US$ - 7,9 bilhões e o Brasil, um superávit de US$ 50,9 bilhões.

imagem1

Exportações de Santa Catarina

Santa Catarina exportou, no mês de dezembro, um montante equivalente a US$ 680 milhões, resultado 6,9% inferior ao apresentado no mesmo mês do ano anterior, enquanto que o Brasil exportou US$ 18 bilhões e teve queda de -0,7% em relação ao mesmo período de 2019. No consolidado do ano de 2020 as exportações de Santa Catarina somaram US$ 8,1 bilhões, também apresentando desempenho inferior ao do ano passado, com uma variação de -9,2%. No Brasil, as exportações no ano de 2020 foram de US$ 209,8 bilhões, o que representa uma queda de -6,9% em relação à 2019.

 

Dentre os principais produtos vendidos pelo estado, carne suína e carne de aves, eles continuam historicamente sendo os principais destaques. Além disso, houve um aumento das exportações de soja e de madeira, com variações de 2,7% e 8,8% no consolidado do ano de 2020 em relação ao ano passado, respectivamente.

imagem1

A carne suína, principal produto exportado por Santa Catarina em 2020, apresentou um crescimento de 36,8% em 2020 em relação a 2019. Isto pode ser explicado, em grande parte, pois a China, que é o principal consumidor deste produto, tem apresentado uma rápida recuperação de sua economia, sendo que deverá ser um dos poucos países a ter um crescimento do PIB em 2020, segundo o FMI.

imagem1

Em relação aos principais destinos do comércio internacional de produtos catarinenses, destaca-se a China que foi responsável por US$ 1,71 bilhão das exportações de Santa Catarina, seguido dos Estados Unidos, que foi o segundo país que mais absorveu a produção do estado em 2020 (US$ 1,34 bilhão). Apesar de uma queda de -8,0% das exportações do estado para a Argentina em 2020 em comparação com 2019, ela continua sendo um dos principais destinos dos produtos catarinenses, ficando na 3ª posição no ranking das exportações de Santa Catarina em 2020.


Importações de Santa Catarina

As importações do estado movimentaram US$ 1,9 bilhão em dezembro, registrando um aumento de 33,4% frente ao resultado do mesmo mês do ano anterior, enquanto que o Brasil importou US$ 18,4 bilhões em dezembro, o que representa um aumento 46,6% em relação ao mesmo período de 2019. No consolidado do ano de 2020 as importações de Santa Catarina somaram US$ 16 bilhões, apresentando desempenho inferior ao do ano passado, com uma variação de -5,5%. No Brasil, as importações no ano de 2020 foram de US$ 158,9 bilhões, um valor -10,4% menor em relação a 2019. Esses resultados evidenciam os reflexos da pandemia, tanto a nível regional quanto nacional e internacional.

imagem1

Entre os produtos importados pelo estado no consolidado do ano de 2020 destaca-se o cobre, que é um dos principais insumos para a indústria de Santa Catarina, muito utilizado na cadeia de produção de motores elétricos. O adubo foi o segundo produto mais importado por Santa Catarina em 2020, com um valor de US$ 317 milhões, seguido de painéis solares, cujo o montante importado foi de US$ 223 milhões.

imagem1

Dos US$ 778 milhões de cobre importados por Santa Catarina em 2020, 92% teve como origem o Chile, sendo que houve um aumento de 26,7% nas importações deste produto em 2020 em comparação com o ano passado. Este crescimento decorre do fato de que, ao longo de 2020, observou-se tanto um aumento mundial da demanda pelo produto quanto uma diminuição de sua produção – principalmente no início da pandemia – implicando em um grande aumento do seu preço.

Entre os principais parceiros comerciais de Santa Catarina em 2020, destaca-se a China que foi responsável por US$ 6,05 bilhões das importações de Santa Catarina, um valor 5 vezes maior do que o Chile que foi o segundo país que de quem mais o estado fez importações em 2020 (US$ 1,19 bilhão). Em 2019, o segundo lugar no ranking das importações havia sido da Argentina, porém, as importações do estado advindas deste país caíram -34,7% em 2020 em relação a 2019. Em parte, isto se deve profundos efeitos econômicos decorrentes da pandemia na Argentina, sendo que a OCDE estima que o PIB argentino sofrerá uma queda de -12,9% em 2020 em comparação com 2019.

imagem1


 

Tags Publicações